Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

27 de abril de 2017

A lojinha aberta em toda e qualquer rede social

Publishnews - 19/04/2017

Desde 2015, a plataforma 7switch faz a ponte entre autores independentes ou editoras e o consumidor final ao criar um sistema de vendas de e-books por meio de redes sociais, blogs e sites. Funciona assim: editores ou autores cadastram seus livros na plataforma, ela cria um link específico para essas redes sociais e, para cada livro digital vendido, o usuário ganha comissão sobre a venda e os valores referentes aos direitos autorais. A plataforma acaba de ficar disponível para usuários brasileiros graças a uma parceria com a Bibliomundi, plataforma nacional de autopublicação e distribuição de e-books. A 7switch exibe hoje mais de 300 mil títulos em seis idiomas e, com a parceria, ganha seus 805 primeiros títulos em português.
Mas qual a diferença entre vender em lojas tradicionais de e-books? Raphael Secchin, fundador da Bibliomundi responde: "no momento em que os autores vão em lojas como a Google Play ou a Kobo, eles podem pegar o link do livro deles e compartilhar nas redes sociais. Quando é vendido, o escritor apenas recebe o valor referente ao direito autoral. No caso da 7switch, existe um adicional de comissão quando o e-book é vendido pelo link gerado pela plataforma. É como um programa de afiliados". As comissões podem variar de 15% a 21%, dependendo do volume de vendas.
Os usuários da Bibliomundi não ficarão restritos a divulgar apenas os e-books publicados na plataforma. Eles também poderão recomendar livros de terceiros que estão no site da 7switch e faturar comissões caso consigam vendas através de seus canais.
 

Mais Leitura digital

Todas as notícias sobre "Leitura digital"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

250.560.000

Livros lidos em 116 dias de 2017 no país