Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

17 de dezembro de 2017

Caiam na real: para ler mais, é preciso navegar menos

Afonso Borges

Qual a importância da leitura na sua vida? Quantos livros você lê por ano? Você acredita que pode ler, tranquilamente, cerca de 100 livros por ano? Tranquilamente! É só fazer contas.

Uma pesquisa indica que, em média, um norte-americano passa 608 horas por ano nas redes sociais. O tempo de televisão é ainda maior: 1.642 horas anuais. Vejam, só aí, são 2.250 horas, ou seja, 94 dias por ano nas chamadas distrações eletrônicas.

Vamos ao livro. Uma pessoa consegue ler, entre 200 e 400 palavras por minuto. Um livro de não-ficção tem, em média, 50 mil palavras. Em 100 livros, portanto, há 5 milhões de palavras. Vamos pelo mínimo, 200 palavras por minuto. Neste caso, a leitura de uma centena de livros levará 12.500 mil minutos, que perfazem 209 horas. Ou seja, para ler cem livros você gastaria, apenas, 9 dias ininterruptos, por ano. Resumo da ópera: se você gastar 30 minutos por dia lendo um livro, você vai consumir 100 livros por ano. Imagine se você ler uma hora por dia? 200 livros por ano.

MV Bill disse várias vezes que o livro salvou sua vida. Se não fosse a leitura, ele estaria como 95% dos seus amigos, em criança: mortos, ou presos. Amyr Klink fala em alto e bom som que tudo que ele aprendeu nas viagens saiu das páginas dos livros. Já fez mais de 40 trajetos pelo mundo e nunca, nunca machucou-se, nem nenhum de seus auxiliares, nos barcos. Resultado de muita leitura.

A matemática da leitura tem, nas redes sociais e na TV, o seu grande concorrente, infelizmente. Vamos encarar os fatos. Se você subtrair uma das seis horas diárias que você passa nas distrações digitais e aplicar na leitura de um livro, você pode chegar na marca de 200 livros por ano. Se for muito sacrifício, dedique meia hora por dia e some, são 100 livros! Já passou da hora das pessoas entenderem que só através da leitura vão conseguir se formar e ser cidadãos e pessoas melhores, mais preparadas emocional e profissionalmente para vida - que não está fácil. E que é necessário subtrair das redes sociais o tempo para a leitura. A realidade está aí, clara: para ler mais, é preciso navegar menos.

 

*

Afonso Borges é gestor cultural, escritor, criador do 'Sempre Um Papo' e do 'Fliaraxá'. É comentarista da CBN Belo Horizonte, com o programa 'Mondolivro'

Mais Colunistas

Todas as notícias sobre "Colunistas"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

756.000.000

Livros lidos em 350 dias de 2017 no país