Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

22 de julho de 2017

Biblioteca móvel leva literatura a terminais, parques e praças no PR

Bem Paraná - 13/02/2017

Cristiano Nagel é ator e tem pós-graduação em Narrativas Visuais. A professora Carla Viccini é graduada em Letras com pós em Literatura. Os dois se conheceram na Casa da Leitura Miguel de Cervantes, onde trabalhavam. O desejo de estimular a leitura fez com que criassem dois programas: o Próxima Parada: Posso Ler pra Você e o Hoje é Dia de Leitura no Parque.

Próxima Parada: Posso Ler pra Você percorre praças e terminais de ônibus. “Nós convidamos as pessoas para ouvirem a leitura de um capítulo de livro e, logo depois, entregamos um encarte com o texto e os endereços das Casas da Leitura”, explica Carla.

Hoje é Dia de Leitura no Parque é uma biblioteca móvel levada aos parques aos sábados e domingos. A cada fim de semana, são escolhidas duas áreas verdes. No último fim de semana, a biblioteca passou pelo Tanguá. No próximo fim de semana, estará no São Lourenço, no sábado (18), e no Tanguá, no domingo (19), das 10 às 16 horas.

“Esses dois projetos são para lembrar que as pessoas podem ler o que quiserem, onde quiserem, porque a leitura é livre”, diz Carla.

A iniciativa tem dado certo e os livros e as leituras chamam a atenção das pessoas. “Os visitantes dos parques ficam maravilhados com a seleção dos livros e o ambiente acolhedor”, conta o ator. E não é para menos: uma tenda branca, com tapetes, cadeiras, almofadas e puffs coloridos e a estante de livros com autores como Graciliano Ramos, Mia Couto, George R.R. Martin, Fernando Pessoa e Fernando Morais atrai público de todas as idades.

A biblioteca móvel chamou a atenção da Técnologa Maria Regina Schuck e do marido dela, o controlador de vôo, Paulo Belohlavek. Eles moram em Praia Grande, Santa Catarina, e estavam no Parque Tanguá neste fim de semana. “A leitura é essencial, é fundamental, traz conhecimento, nos faz viajar”, diz Maria Regina.

A opinião dela é compartilhada com o marido. “Nós chegamos em Curitiba e nos deparamos com projetos de socialização e culturais invejáveis. Qualquer semente que lance ao solo na área cultural é sempre bem-vinda, elogiável, aplaudida”, disse Belohlavek.

O casal estava acompanhado da curitibana Cristiane Ramos, dona de uma agência de Turismo, que se encantou com o projeto. “Achei ótimo, perfeito. Difundir a leitura é imprescindível. Fantástico!”, avaliou Cristiane.

A comerciante Geane Takake é de Cascavel e estava com o filho Miguel, que não resistiu e pediu para ela ler uma história: “Gostamos muito. O Miguel adorou descansar, sentar um pouco e ouvir histórias diferentes. Ele se prendeu à leitura, achei muito legal.”

A ideia também agradou o engenheiro civil Guilherme Gonçalves, que parou para ler uma crônica do jornalista e escritor Rubem Braga. “Eu adorei e acho que deveria ter em vários lugares. Um momento de cultura num lugar agradável. Dá pra distrair a cabeça”.

O Hoje é Dia de Leitura no Parque vai até março, mas para garantir que o estímulo à leitura continue, Cristiano e Carla vão doar todos os livros para as Casas da Leitura.

Mais Boas ideias

Todas as notícias sobre "Boas ideias"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

436.320.000

Livros lidos em 202 dias de 2017 no país