Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

25 de julho de 2017

Projeto de leitura de Duque de Caxias é premiado

Divulgação

O projeto de incentivo à leitura “Ler no Trabalho é Legal”, realizado pela ICQL Química, no município de Duque de Caxias (RJ), foi vencedor da prata nacional do “Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia 2015”, concedido pela ABRH Brasil. Além da prata, o projeto foi reconhecido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) durante o “7º. Encontro da Rede Latino-americana de Gestão de Pessoas e Organizações Sustentáveis”, realizado na cidade mexicana de Puebla, com a presença de 200 integrantes, dentre representantes governamentais, empresários, consultores e profissionais de recursos humanos, de 13 países da América Latina.

Para a idealizadora e coordenadora do projeto - a escritora, jornalista e educadora Ana Maria de Andrade - o maior prêmio é a oportunidade de compartilhar com as empresas do Brasil e da América Latina sobre a importância do estímulo à leitura no ambiente de trabalho. O projeto “Ler no Trabalho é Legal” deu os seus primeiros passos em 2005 e, após 10 anos de realização e com base em indicadores de desempenho, evidencia a leitura como fator de desenvolvimento humano e crescimento profissional:

- A empresa passou a desenvolver ações de leitura inseridas no horário de trabalho. O clube da leitura, a roda de leitura, o empréstimo de livros, a premiação “Leitor do Ano” e a doação de livros são algumas das atividades realizadas. As ações se estendem também para os filhos dos colaboradores e para crianças e adolescentes das escolas do entorno, uma região com pouco acesso à leitura. Em 2014, a empresa construiu um espaço de leitura infantil e juvenil, com a colaboração da Fundação Itaú Social para o acervo de livros. Este ano, promoveu a primeira noite literária, por ocasião do aniversário de 16 anos da sua fundação. Com este conjunto de ações em prol da leitura, minimizamos defasagens do ensino básico, no que diz respeito à leitura e à escrita e que se refletem no mercado de trabalho. Elevamos a habilidade de comunicação, o interesse pelo estudo, o nível de escolaridade e, naturalmente, o desempenho e o crescimento pessoal e profissional – declara Ana Maria de Andrade.

O projeto despertou o interesse do SEBRAE Nacional e da Organização Internacional do Trabalho (OIT), surgindo assim o convite para a ICQL Química compartilhar a sua experiência de sucesso com outros países da América Latina. Durante o encontro, representantes do CONOCER (Consejo Nacional de Normalización y Certificación de Competencias Laborales – México), SIMAPRO e Secretarias de Educação (México e Bolívia) demonstraram interesse em replicar a prática em comunidades de baixa renda, onde há carência de leitura e poucas oportunidades de desenvolvimento profissional.

- O mais importante do projeto é a demonstração de que não há idade para a formação de novos leitores. A falta de hábito de leitura está diretamente ligada à falta de acesso aos livros e à ausência de mediadores de leitura. Quando passamos a proporcionar o acesso e o estímulo, elevamos o interesse pela leitura e por livros de literatura. No início das ações, observamos média de leitura de 1 livro/ano. Hoje, elevamos a média de leitura para 3 livros/ ano. Outro indicador importante é o interesse dos pais em levarem livros para os filhos com frequência. A partir das orientações que receberam nos encontros de leitura no trabalho, passaram a contar histórias e dar livros de presente, práticas que não fizeram parte da sua infância.

Por este motivo, a autora destaca a importância da literatura infantil e juvenil para o estímulo à leitura e ao prazer em ler:

- A partir de textos que abordam situações do dia a dia, ilustrados e com linguagem mais simples, atingimos todos os públicos. E assim, evoluímos para leituras mais complexas e obtemos resultados surpreendentes. O projeto “Ler no Trabalho é Legal” pode ser replicado em qualquer empresa, de qualquer porte ou segmento e com poucos recursos financeiros. Com criatividade e força de vontade, realizamos grandes ações.

Para quem quiser conhecer melhor o projeto, a escritora Ana Maria de Andrade dá todas as dicas no livro: “As Melhores Práticas em Gestão com Pessoas – Volume III”, Editora Qualitymark (RJ/ 2015).

Contatos:
ICQL Química: http://www.icql.eco.br
Ana Maria de Andrade: http://www.anamariadeandrade.com

• Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia:
http://premioserhumano.com.br/vencedores/vencedores-do-premio-5/
• Palestra e fotos “Ler no Trabalho é Legal” - Organização Internacional do Trabalho: http://www.oitcinterfor.org/hechos-noticias/7mo-encuentro-red-latinoamericana-gesti%C3%B3n-personas-competencias-organizaciones-soste
• Video completo de abertura do encontro CONOCER (México):
http://www.youtube.com/watch?v=nr5jFQn7WLc

Mais Prêmios para quem faz

Todas as notícias sobre "Prêmios para quem faz"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

442.800.000

Livros lidos em 205 dias de 2017 no país