Blog do Galeno Observatório do Livro e da Leitura

25 de julho de 2017

Teresópolis (RJ) tem projeto de incentivo à leitura

Portal Terê - 13/05/2015

Teresópolis - As escolas da Rede Municipal de Ensino tem recebido, desde 2013, um projeto de incentivo à leitura, criado pela escritora de literatura infantil Ana Maria de Andrade, com a produção da bibliotecária Ana Cristina dos Santos. É o projeto "Ama Leitura".

O projeto é aberto ao público e oferece oficinas de formação literária, teóricas e práticas, técnicas para a contação de história e à formação de crianças leitoras. Este ano a estimativa é de que o projeto atenda cerca de 1.500 crianças em creches e unidades escolares da Rede Municipal.

“O Sesc é um grande parceiro da Rede Municipal de Ensino e o projeto tem crescido a cada ano, ampliando o número de crianças atendidas”, parabeniza o secretário de Educação, Leonardo Vasconcellos.

Ao receberem os mediadores de leitura, as creches, escolas de educação Infantil e do ensino básico da Rede Municipal promovem a construção de salas de leitura e incluem em suas atividades regulares a contação de história, a roda de leitura e atividades de artes baseadas nos livros selecionados, além de eventos especiais, como a visita de autores e exposições literárias.

Em dois anos de realização, o projeto formou 40 estudantes normalistas do Colégio Estadual Edmundo Bittencourt e atendeu a oito instituições educacionais, totalizando cerca de 800 crianças beneficiadas. Esses estudantes atuam como estagiários nas unidades escolares municipais, realizando diversas atividades relacionadas à leiturização e contação de histórias.

Em 2015, o AMA Leitura formará 30 normalistas do CEEB e 40 estudantes de Pedagogia do Unifeso, participantes do PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência), sob a coordenação da professora Maria Terezinha Spinosa, com a dinamização das professoras de literatura infantil e contadoras de histórias, Ana Maria de Andrade e Ana Jurkiewicz.

Ana Maria de Andrade, escritora de literatura infantil e idealizadora do projeto, conta que nas avaliações anuais, os depoimentos das equipes diretivas são comoventes. “Em algumas escolas, com o desenrolar do projeto, despois de um estranhamento inicial, algumas crianças já vinham, sentavam, prestavam atenção nas histórias, manuseavam o livro de uma forma mais cuidadosa, folheando e prestando atenção no conteúdo das páginas. Ou seja, vai se formando um momento esperado, ansiado pelas crianças que vão, já na infância, desenvolvendo o prazer pela leitura”, conta a escritora.

(Com informações da AssCom PMT)

Mais Clipping do livro e leitura

Todas as notícias sobre "Clipping do livro e leitura"

Receba por e-mail


Cadastre-se!

Livrômetro

Relógio da leitura no Brasil

442.800.000

Livros lidos em 205 dias de 2017 no país